Notícias

PROJETO NOVA OPORTUNIDADE É APRESENTADO NO ENCONTRO REGIONAL DO CONGEMAS…


A gestão da prefeita Maria Dalva Medeiros de Araújo, a Miúda Góes, sempre procurando ações que venham ajudar a população da cidade de São José do Seridó e tornar o município  cada vez melhor, apresentou no 21o Encontro Regional do CONGEMAS em São Luís, através da Secretaria Municipal do Trabalho, Habilitação e Assistência Social o Projeto “Nova Oportunidade”.

Segundo o  Secretário de Assistência Social , Francisco de Assis dos Santos Junior, Touché, idealizador do projeto, este ressalta a importância deste projeto:

“Quando falamos em reintegração social, não estamos nos referindo apenas aos cidadãos que passaram pelo sistema penal, ou vivem o problema do vício, mas, nos referimos aos cidadãos que precisam ter os mesmos direitos e condições sociais, que precisam de oportunidades, ou seja, a mesma igualdade social.  Ao me referir aos cidadãos com as mesmas condições sociais, talvez muitos cheguem a pensar que é impossível, mas, precisamos sonhar,  para assim, existir menos diferenças sociais no Brasil, e este é o principal objetivo do Projeto”, disse o Secretário.

Francisco Touché, ainda explicou que alguns grupos encontram problemas e dificuldades para se reintegrarem à sociedade, e neste contexto se dá a importância da igualdade social, de iniciativas/programas e políticas públicas para recuperação e reintegração dessa parte da sociedade excluída, assim, o Governo Municipal de São José do Seridó, através da Vigilância Socioassistencial, identificou 65 famílias, que tem algum tipo de vulnerabilidade, seja ela socioeconômica, violência ou vícios.

Touché afirma que tem trabalhado para que as famílias que enfrentam tais problemas saiam da condição de vulnerabilidade :

“Iremos trabalhar desde os vínculos familiares e convivência a inclusão produtiva, para que estas famílias saiam da condição de vulnerabilidade que elas se encontram”, finalizou o titular da SEMTHAS Francisco Touché.

As 65 famílias serão acompanhadas pelos Técnicos Francisco Ezequiel e Simone Santiago, que terão ações intersetoriais com as Secretarias de Saúde, Educação, Esporte e Agricultura, além da inclusão produtiva, promovendo assim a inclusão social destas famílias.

O projeto também visa ajudar dependente químicos, como também, alertar os perigos do uso de drogas lícitas e ilícitas em escolas, programas sociais, fábricas e empresas locais.

ASSECOM

Be the First to comment.

Comentar