Notícias

SECRETÁRIA DE SAÚDE PRESTOU CONTAS NA CÂMARA DE VEREADORES…

A  secretária  de saúde do município  de  São  José do  Seridó, Débora Costa, participou nesta sexta-feira , 16, da sessão da Câmara  de Vereadores  e na oportunidade, prestou contas da sua pastas aos Edis presentes. Após sua apresentação,  Débora também respondeu aos questionamentos dos vereadores.

Nos últimos dias a Secretária Débora Costa, que também é presidente do COSEMS/RN, tem mostrado todo a sua preocupação com o fim do Programa Mais Médico.

“Além daqueles que realmente tem os Médicos Cubanos em seus municípios, sofrerão também nós que não temos. Se tá difícil conseguir médico no interior com essa oferta de Médicos Cubanos, imagine depois que se forem!? Será que a população não acorda e ver que esta decisão foi arbitrária, irresponsável e que o único objetivo foi exclusivamente beneficiar a classe médica brasileira?? Gente todo País tem suas leis, suas normas e infelizmente muitas delas não são justas, mas precisam serem cumpridas. Porque nós Brasileiros criamos esta cultura que Médico tem que ganhar melhor do que todo mundo , que ele é um Profissional diferenciado, especial, não quer dizer que todo País tenha que pensar assim, na verdade ele é apenas só mais um Profissional, importante sim , mas como todos são. Quem conhece uma equipe de Atenção Básica de perto sabe muito bem que a enfermeira é quem carrega a ESF nas costas e interessante que os salários delas ( das enfermeiras) são equivalentes ao que é pago aos Médicos Cubanos ( sem auxílio moradia) e não vejo ninguém sensibilizado com a classe por ganhar tão pouco, mesmo tendo elas família também para sustentar, provando com isso a cultura do povo Brasileiro que a profissão de Médico sempre foi vista de forma diferenciada, infelizmente. Quem tem o poder de julgar se é justo ou não as leis de Cuba são os Cubanos, a eles cabe lutar para acabar com todas as injustiças sofridas . Mas a nós cabe lutar para que um Programa que tanto somava não acabe simplesmente porque um político para ser eleito Presidente de um país prometeu a uma classe dominante que iria varrer do Brasil todos aqueles que prejudicavam os seus interesses”, disse na rede sociais a Secretária São-Joseense Débora Costa, presidente do COSEMS/RN.

Fonte: ASSECOM

Be the First to comment.

Comentar