Notícias

PALESTRA DO CAPITÃO STYVENSON ENCERROU SEMANA DO ENFRENTAMENTO AO ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL EM SÃO JOSÉ DO SERIDÓ…

Uma semana de muitas atividades fizeram alusão à luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes no município de São José do Seridó.  A semana do 18 de Maio é uma LEI MUNICIPAL de Nº 397/2017 proposta pelo Vereador Joseni Medeiros.

No dia 14 DE MAIO (2ª FEIRA): Houve divulgação na Bonita FM pelo CMDCA e Educadores sociais do SCFV (Luana e Melquides). A  tarde  uma comitiva educativa  visitou estabelecimentos comerciais, e se reuniu com seus proprietários. A noite na Praça da Academia, teve aquecimento com caminhada, exercícios físicos e vôlei, direcionadas pelos Educadores Físicos (Gentil e Leonardo do NASF), testes de verificação de pressão arterial e IMC.

15 DE MAIO (3ª FEIRA):  Palestra no auditório da Escola Raimundo Silvino da Costa com Assistente Social da SEMTHAS (Francisco Ezequiel) e Conselheiras do Conselho Tutelar. Aconteceu conscientização nas turmas da Escola Municipal Raul de Medeiros Dantas, direcionados pela Psicóloga do NASF (THAIS) e Assistente Social do CRAS (Sandra) e coordenador do CRAS (Gentil). No Jornal da Bonita teve entrevista com Psicóloga do NASF (Thais) e a Assistente Social do CRAS (Sandra), além do Assistente Social da SEMTHAS (Francisco Ezequiel). A tarde a comitiva educativa de Conselho Tutelar e do CMDCA ,  continua a visitação aos estabelecimentos comerciais. À noite tem Reunião no CRAS com o Conselho Tutelar e CMDCA. Público: Proprietários dos estabelecimentos comerciais.

16 DE MAIO (4ª FEIRA): Acontece oficina de Cordel com alunos das turmas do 7º ano na Escola Municipal Raul de Medeiros Dantas. Atividade direcionada pelo professor Hadoock e Educadores Sociais do SCFV (Melkíades e Luana). À noite tem encontro do NUCA  na Sala do NUCA (Biblioteca Municipal). Atividade direcionada pelo Assistente Social da SEMTHAS (Francisco Ezequiel), educadora social do SCFV (Luana Monalisa), e a Mobilizadora do Selo Unicef Simone Santiago.

17 DE MAIO (5ª FEIRA):  À tarde na Bonita FM adolescentes e orientadores sociais do SCFV discutirão sobre o tema. Às 18 horas tem Caminhada Cultural com paradas de conscientização além de apitaço. Ciclistas e carros sairão do Mercado Público, seguindo pela praça da academia, escola Raimundo e culminância no Palco José Pio.

18 DE MAIO (6ª FEIRA): O Dia D no Centro Social com  Apresentações da Filarmônica Jimmy Brito, Grupos do SCFV e Dupla de Violeiros Francisco Damião e Carlos Alberto.  Em seguida teve palestra com Capitão Styvenson.

À noite do Dia D começou com a Assistente Social, Sandra Rosário, fazendo uma explanação sobre o 18 de Maio e a luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. Sandra lembrou do caso da Menina Araceli, que foi morta com requintes de crueldade em Vitória/ES. Num 18 de Maio, em 1973, com apenas 08 anos, Araceli, foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos. A técnica lembrou que naquele dia uma operação prendeu professores, advogados e servidores públicos, gente que deveria defender as crianças e adolescentes, mas, pelo contrário, estavam abusando.

Logo após, foi formada a mesa de autoridades, que teve a Secretária de Governo Ilca Dantas, representando a Prefeita Maria Dalva, Bruna Silva representando o Conselho Tutelar, Sargento Almeida representando a Polícia Militar, a adolescente Laura integrante do NUCA, o Vereador Joseni Medeiros, representando o Legislativo, o Secretário Francisco Touché representando as demais Secretarias envolvidas, e o convidado Capitão Styvenson.

Todos fizeram uso da palavra e falaram da importância daquele momento, parabenizando todos os envolvidos. O Secretário Francisco Touché, reforçou a importância da Rede de Proteção, além do apoio da população as atividades em defesa das crianças e adolescentes.

Por último, foi a vez da palestra do Capitão Styvenson, que trouxe muito da sua experiência como policial militar. O Capitão fez elogios ao município de São José do Seridó, e disse que estava encantado com o município, pela organização e sensação de tranquilidade. Disse que as pessoas não perdessem isso, que continuassem vigilantes, para manter aquele qualidade de vida, uma vez que, Natal já tinha sido assim, e hoje vivia uma realidade bem diferente. Styvenson falou principalmente para as crianças, e o quanto elas hoje são vulneráveis, principalmente pelo acesso à internet via tablets e celulares. Mostrou o quanto as famílias são ausentes e pouco se preocupam com seus filhos. Ao final o Capitão disse que a cultura vulgar musical, também é outro grande problema na sociedade, e que os próprios pais e familiares são culpados, por trazer pra dentro de casa, e levar seus filhos para festas que tocam estas músicas. Ao final o Capitão Styvenson, foi agraciado com uma cesta de produtos genuinamente são-joseenses, presente da Secretária de Governo Ilca Dantas.

*PARCEIROS:

SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO, HABITAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL – SEMTHAS

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – CRAS

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS – SCFV

CONSELHO TUTELAR

CONSELHO MUNICIPAL DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE – CMDCA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA

ESCOLA MUNICIPAL RAUL DE MEDEIROS DANTAS

ESCOLA ESTADUAL RAIMUNDO SILVINO DA COSTA

CENTRO MUNICIPAL DE ENSINO INFANTIL         

SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES

POLÍCIA MILITAR

ASSOCIAÇÃO DE CANTORES, COMPOSITORES E ARTISTAS SEMELHANTES – ACCAS

Be the First to comment.

Comentar