Notícias

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM DEFESA DO SUAS FOI REALIZADA EM SÃO JOSÉ DO SERIDÓ…

O gestor da SEMTHAS – Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social de São José do Seridó, Francisco Touché,  participou na última sexta-feira (17) de Audiência Pública na Câmara de Vereadores do município, tendo em pauta o Sistema Único de Assistência Social, o SUAS, quando também, prestou contas das realizações e ações da pasta nestes 10 meses da Gestão da Prefeita Miúda Goes.

Francisco Touché, começou sua apresentação fazendo um breve histórico da Política Nacional de Assistência Social e sua atualização nos últimos anos. Falou da importância desta política pública, e ressaltou o quanto os Vereadores e a população, devem compreender o SUAS, não como política assistencialista, mas, como política pública de direito. Logo em seguida, o Secretário mostrou o quanto foi difícil este ano sem o repasse regular de recursos por parte do Governo Federal, quanto apresentou um atraso de quase R$ 120.000,00 (Cento e vinte mil reais). O Secretário também mostrou a  ausência do Governo do Estado, quanto a Regionalização dos Serviços de Média e Alta Complexidade, como também, pela ausência de cofinanciamento estadual, ressaltando que esta realidade não é de agora, mas de sempre, e que o Governo Estadual tem se mostrado sensível a mudar esta realidade, mas devido à crise, tem ficado apenas no discurso.

Desta forma, Francisco Touché, ressaltou que mesmo diante tanta dificuldade, o governo da Prefeita Miúda Goes fez a SEMTHAS não parar suas atividades, e elogiou a Prefeita e a Secretária de Finanças Marília  Fonseca, pela sensibilidade de entender a importância dos serviços sócio-assistenciais prestado à comunidade.

Na sua prestação de contas o Secretário enalteceu a conquista do terceiro Selo Unicef Edição 2013-2016, pois mesmo sendo referente a gestão do Prefeito Jackson Dantas, foi nesta gestão que o município foi reconhecido. Ele ainda falou do Concurso Público realizado em 2016, e que este ano foram convocados 06 novos funcionários pra Assistência Social, que ao chegarem já receberam a devida capacitação.

Quanto aos Grupos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Touché disse que após a chegada dos Orientadores Sociais Melquides Medeiros e Luanna Monalisa, os grupos que já recebiam atenção dos Oficineiros Giva, Maestro Fernando e Mestre Gebson, passaram a ter mais suporte, sobre a Coordenação de Luciane Pereira, e por isso, hoje são referência para região do Seridó.

Quanto aos grupos do PAIF – Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias, o Secretário disse que a Técnica de Referência do CRAS,  Sandra Rosário, juntamente com toda a equipe (Diana, Lúcia e Gentil) tem feito um trabalho maravilhoso com estes grupos, principalmente com famílias do BPC e do Programa Bolsa Família, além de contar com as parcerias de outras Secretarias, como Meio Ambiente, Esporte, Saúde, Educação e Cultura. O Secretário disse que apenas fica triste, quando nota que muitos beneficiários não entendem o Programa Bolsa Família, pois passam a ter renda, mas, não comunicam a SEMTHAS.

“Fico arrasado quando um beneficiário entre vestido com a farda de uma das empresas do nosso município no Cadastro Único, mas, continua a dizer que não tem renda, ou seja, ao invés de dizer que não precisa mas do benefício, ele insiste em omitir informações, então, todo o nosso trabalho de incluí-los na inclusão produtiva está indo por água abaixo, por isso, ao final do recadastramento, faremos várias averiguações, pois devido a inclusão produtiva que realizamos, acredito que não exista estas 360 famílias em extrema pobreza no nosso município” disse o Secretário.

Segundo Francisco Touché, a maior dificuldade é que as informações são auto declaratórias, mas, todas as famílias sem renda, ou em situação de extrema pobreza, serão averiguadas, para ser encaminhadas ao setor de inclusão produtiva, ou, em caso de omissão de renda, ter seu benefício bloqueado, pois qualquer renda deve ser comunicada.

O Secretário concluiu sua prestação de contas mostrando que o ano ainda não acabou, e que, realizará várias ações ainda este ano.

“Aprendi com o nosso líder Jackson Dantas, que o momento de fazer política partidária e ter adversários, é no período eleitoral, e se antes eu tinha inimigos políticos, hoje tenho adversários políticos, quando muitos destes adversários, nutro  de amizade a exemplo do vereador Joseni Medeiros. Acho que isso faz parte do nosso amadurecimento como homem público. Quando buscamos o Governo do Estado em busca de melhorias para o nosso município, muitos não entenderam, mas estando Secretário, sou pago para tratar dos interesses do nosso município, assim, conseguimos com a Secretária Julianne Faria o Micro Crédito Empreendedor, que só este mês fomentou a economia municipal com R$ 400.000,00 (Quatrocentos mil reais). Na próxima sexta-feira (24), teremos o Vila Cidadã, quando vários serviços serão ofertados a população São-Joseense, além do Programa de Habitação Moradia Cidadã e Café do Trabalhador ou Restaurante Popular, que nos foi prometido. Enfim, agradeço a Secretária Julianne, neta de Justino Dantas, por atender aos pleitos do deputado Nelter Queiroz, da Prefeita Miúda e deste Secretário que vos fala”. 

Antes de passar a palavra, Touché disse que a reforma do CRAS e a aprovação da Lei Municipal do SUAS, são os seus próximos objetivos, e que os Vereadores, junto com os empresários e a população São-Joseense, não podem perder a importância da geração de emprego para os São-Joseenses:

“A reforma do CRAS e a aprovação da Lei Municipal do SUAS, são metas que desejo não deixar a SEMTHAS antes de realizá-las. Mas queria dizer que sou mal interpretado quando me preocupo com a população São-Joseense que não encontra emprego nas empresas do nosso município, empresas estas, que já empregam dezenas de cidadãos de outras cidades, mas sou pago para isso, para me preocupar com a população São-Joseense, por isso, com o aval da Prefeita Miúda, pedi ajuda ao SENAI e ao SENAC, para preparar estas pessoas e tentar reinseri-las no mercado de trabalho”, finalizou.

Quanto  aos objetivos e metas para o próximo ano, Francisco Touché, passou a palavra a Assistente Social, Sandra Rosário, que apresentou aos Edis e a população que assistia ao Faceline ou escutava via Bonita FM, o Plano Municipal de Assistência Social para 2018-2021. A técnica de referência do CRAS, disse aos Vereadores que acompanhem este plano, pois é através dele que os Edis fiscalizarão e cobrarão da gestão.

Todos os vereadores presentes elogiaram a gestão do Secretário Francisco Touché à frente da SEMTHAS, quando o Vereador Joseni Medeiros (PROS), disse que hoje tem orgulho de ser amigo pessoal do Secretário, mesmo sendo adversário político, pois o Secretário amadureceu muito como homem público, e por isso, hoje é referência não só para São José do Seridó.

Já o Presidente da Câmara, Daniel Costa, disse que trabalhou 05 anos com o Secretário e aprendeu muito, pois Touché vive 24 horas à Assistência Social, e é exemplo de homem público não só para São José do Seridó, mas para o Rio Grande do Norte.

O Secretário agradeceu o espaço, e disse, que nada se faz sozinho, se faz graças a uma equipe de excelência que tem ao seu lado.

ASSECOM

Be the First to comment.

Comentar

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!