Notícias

VII MOSTRA LITERÁRIA EMOCIONOU COMUNIDADE AO ABRIR FESTEJOS DO CENTENÁRIO DE SÃO JOSÉ DO SERIDÓ…

Aconteceu nos dias 4 e 5 de novembro, no palco  José Pio, a VII amostra  literária de  São José do  Seridó  edição 2016 com o título:  “ENTRE CAUSOS, CONTOS, LENDAS E FATOS, SOMOS QUASE CENTENÁRIOS”.

O secretário  de educação e cultura do  município  de   São  José do  Seridó, José Roberto fez uma avaliação dos dois dias do evento disse que se sente emocionado, encantado  e revigorado com as atividades que foram realizadas nos dois dias.

Em  nota  José Roberto agradeceu á  todos que  fizeram possível o grande sucesso do evento:

EMOCIONADO, ENCANTADO, REVIGORADO COM AS ATIVIDADES REALIZADAS NOS DIAS 4 E 5 DE NOVEMBRO DE 2016.

Preparar e propor um projeto, deve ter como elemento condutor acreditar que ele dará certo. Nele vai-se imprimindo as características pessoais e profissionais, empíricas e científicas, racionais e, especialmente, as emocionais. Em se tratando de projeto que envolve arte, não se pode se esquecer que a emoção e o alvo. O que propomos a EQUIPE DA SEMEC, ao CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL MARIA DE MEDEIROS DANTAS, ao CENTRO DE ENSINO RURAL PROFESSORA FRANCISCA MACEDO DE MEDEIROS, a ESCOLA MUNICIPAL RAUL DE MEDEIROS DANTAS, a ESCOLA ESTADUAL JESUÍNO AZEVEDO, as FILARMÔNICA JIMMY DE MEDEIROS BRITO, ELINO JULIÃO, 24 DE OUTUBRO, BANDA SINFÔNICA DO IFRN – CAMPUS CENTRAL DE NATAL, ao GRUPO DE BALÉ INFANTIL, ao GRUPO DE CAVALGADA ERNESTO MACEDO, para ser desenvolvido nos dias 4 – aniversário de fundação de São José do Seridó/RN, e abertura do seu centenário e da VII Mostra Literária, com continuação no dia 5 de novembro de 2016, atingiu o objetivo.
Destarte, a referência de beleza que expressa o quanto achei rico e bonito o movimento cultural, educativo, artístico, realizado no período supracitado, está na imagem que se segue. Ela evidencia a integração de um grupo mobilizado para em prol de uma importante causa: reinventar São José do Seridó a partir da leitura literária. Digo que é uma referencia porque faltam pessoas que também se engajaram nesse projeto.
Depois de uma dinâmica, longa e emocionante alvorada, realizada pelas filarmônicas supramencionadas, e acompanhada pela população, de um cavalgada ímpar realizada pelo grupo de cavalgadas Ernesto Macedo, que conduziu a Bandeira Municipal do Poço da Bonita até o Palco Cultural José Pio, onde foi recepcionada e hasteada pelo Prefeito Jackson Dantas, que em suas palavras declarou aberto o centenário do município, acompanhada pela Primeira Dama Ilca Dantas, secretários, vereadores, professores, diretores, funcionários e população em geral, que juntos acompanharam também a execução do Hino Municipal. Foi um momento único.. Outro momento significativo foi o encontro de parte dos professores da Educação Básica do município com o Professor Juviniano Cantalice em torno do bate papo “Prazer pela leitura e Leitura pelo prazer”. Prosseguiu-se com a inauguração do Museu Municipal Tropeiros dos Seridó – MUMUTROPS, um espaço cultural, informativo e educativo, à disposição da população, criado pela Lei 388, de 1 de novembro de 2016. Inauguração essa que marca a abertura do centenário do nosso município. Encerramos o dia com a abertura da VII Mostra Literária “Reinventando São José do Seridó a partir da leitura literária – entre causos, contos, lendas e fatos, somos quase centenários”. A mostra continuou no dia 5, e nas duas noites os presentes foram agraciados com declamações de textos autoriais e e de outros autores, apresentações teatrais, musicais, exposições, entre outras atividades que atraíram a atenção dos que ocuparam as imediações do Palco Cultural José Pio. Uma festa bem participada, tranquila, cultural, educacional, reveladora, encaminhadora.
Como Secretário Municipal de Educação e Cultura, sinto a alegria de parabenizar, agradecer, além de enaltecer o profícuo trabalho realizado por cada um que contribui com ações que não dá para se medir sua extensão, através:
. do Prefeito Jackson Dantas, a todos que integram a gestão municipal;
. do maestro Fernando Luiz de Araújo Vicente, a todos que integram a filarmônicas participantes;
. de Francy Fernandes, a todos que compõem o CEMEI Maria de Medeiros Dantas;
. de Valdete Costa, a todos que formam o CEMER Francisca Macedo de Medeiros;
. de Maria Conceição de Araújo Lima, a todos da Escola Municipal Raul de Medeiros Dantas;
. de Poliziana Medeiros, a todos da Escola Estadual Jesuíno Azevedo;
. de Jocildo Dantas, ao pessoal de Escola Estadual Professor Raimundo Silvino da Costa;
. de Duduca Dantas, ao grupo de cavalgada Ernesto Macedo;
. de Francisco Damião, à equipe da SEMEC/Bibliotecas;
. de Jair Rodrigues, ao pessoal do Sindicato dos Trabalhadores Rurais;
. a Anderson José de Medeiros;
. de Ana Claudia, ao grupo de Balé Infantil;
. aos motoristas que transportaram os envolvidos no movimento, vindo de diversos lugares do município e outras regiões do estado;
. aos pais que prepararam seus filhos/artistas para tão belas apresentações;
. à população que compareceu, prestigiou e aplaudiu cada atividade;
. A Deus, pois sem ele nada podemos fazer.
Muito OBRIGADO!

Por Carlos Felipe

Be the First to comment.

Comentar