Notícias

“PODERIA SER EU” – JOVEM SÃO-JOSEENSE CITA SEU EXEMPLO PARA QUE A SOCIEDADE ESTEJA ALERTA AOS PROBLEMAS EMOCIONAIS DA JUVENTUDE…

11987018_1665867140365148_2639630845105572346_n

A jovem são-joseense Maria de Fátima Medeiros, filha do casal Aparecida e Vicente Medeiros escreveu hoje nas redes sociais o seu depoimento particular que alerta a sociedade  sobre a situação da saúde emocional dos jovens de nossa região.

O caso de suicídio da jovem Emily Medeiros, de São João do Sabugi, ocorrido na manhã desta quinta-feira, dia 11 de fevereiro, levou a são-joseense á dar o seu testemunho, alertando pais, famílias, poder público, entidades religiosas e toda a sociedade á pensar sobre a situação emocional da juventude.

A morte de Emily chocou a sociedade seridoense, e abre uma discussão sobre como se pode evitar outros casos como este, que lamentavelmente não é o primeiro em nossa região.

Em São José do Seridó, até pouco tempo atrás os casos de suicídio (incluindo jovens inclusive) assustavam a população, fazendo com que a sociedade, junto com o poder público começasse a se preocupar com a situação que se transformara num problema de saúde pública.

Confira o depoimento de Maria de Fátima, que alerta a sociedade sobre o problema:

“Como é triste ver hoje uma família chorar por uma linda filha que se foi.
Não conhecia, não tinha laços de amizade, mas, desde que vi aqui a notícia fiquei pensativa e com aquele nó na mente.
De saber que poderia ser a tempos atrás minha família, meus amigos, lamentando uma perda tão dolorosa. Não me envergonho, e nem escrevo texto para que tenham pena de minha história.
Mais antes de acordar para vida com Deus.
Eu andava assim, planejava e planejava. Mais nunca conseguia.
Até que um dia o dia que seria o último, surge pessoas que jamais imaginei surgir e começaram a falar palavras de Deus.
A falar que orava, que rezava por mim. Então em um momento assim, não precisamos julgar alguém que pensa ou que já cometeu o ato triste. Precisamos rezar, orar!
Porque quando por vezes achamos que Deus não está conosco, nossa mente fica fraca, e pensamos que a única saída e partir mais cedo.
Que Deus conforte tantos corações que sofrem, com uma dor de perder alguém por este ato.
Hoje eu sou uma nova menina, uma nova filha de Deus. Que mesmo diante de qualquer luta.
Não mais pensará em fazer mal a mim mesma.

Deus abençoe todos nós.”

Maria de Fátima Medeiros,

São José do Seridó – RN, 11 de fevereiro de 2016.

Que toda a sociedade consiga compreender que o jovem, assim como qualquer pessoa de outras idades, também enfrenta problemas, principalmente emocionais. Em sua maioria, esses jovens não conseguem externalizar seus sentimentos, medos e anseios, levando-os á cometer o ato extremo.

Que o exemplo de “Fatinha” sirva como inspiração para todos que, assim como nós, estamos tristes e preocupados com a saúde emocional da juventude seridoense.

7 comments

E o pior de tudo é a ignorância da sociedade, pois além da família sofrer com a perda , ainda fica exposta a comentários maldosos apontandoa a família como culpada.

Parabéns Maria de Fátima pelo seu dopoimento,q Deus te abençoe e ilumine a cabeça dos jovens e de qualquer outra pessoa q por um instante pensa em cometer tal ato. Vamos viver pq a vida é Bela,Deus nos fez para ser-mos felizes e siga-nos pela nossa felicidade,se fosse fácil,ñ teria graça alguma,por tanto,sejamos felizes e cotovelos felicidades onde passar-mos! Vamos viver pq a vida é só uma 😉 <3 😉 <3

A juventude precisa parar de copiar o supérfluo e entrar no seu íntimo espiritual. Primeiro temos que cuidar do nosso interior, depois o exterior sem vergonha de expressar o que somos e o que sentimos.

Comentar